Primeiro Ministro detalha iniciativas do ‘Ignite Tourism Thailand’

Foto: Divulgação TAT

O Primeiro-Ministro e Ministro das Finanças, Srettha Thavisin detalhou o projeto ‘Ignite Tourism Thailand’ em 2025 com uma abordagem multifacetada para estabelecer o país como destino turístico.

Foto: Divulgação TAT

O Primeiro-Ministro Srettha reiterou o compromisso do governo em impulsionar a Tailândia como um centro turístico para alavancar a economia e trazer prosperidade ao país. “O objetivo é estabelecer a Tailândia como um destino líder para turistas de todo o mundo.”

Ele reafirmou que o governo tem uma meta de 3,5 biliões de Baht em receitas do turismo para este ano, que deve ser alcançada através de cinco estratégias definidas durante o “Ignite Thailand’s Tourism Workshop” realizado em Bangkok em março, com a participação de agências públicas e privadas.

Foto: Divulgação TAT

A Ministra do Turismo e Esportes, Sra. Sudawan Wangsuphakijkosol, disse que as cinco estratégias estão alinhadas com a política do governo para tornar a Tailândia um centro de aviação global, recebendo mais de 150 milhões de viajantes por via aérea anualmente até 2030.

“Em 2025, o turismo da Tailândia deverá experimentar um crescimento numa escala sem precedentes. O novo conceito ‘Up Level, Add Story, Create Value’ irá melhorar cada etapa da viagem turística em todos os pontos de contato”, disse a Ministra Sudawan.

Foto: Divulgação TAT

Os esboços das cinco estratégias incluem:

1: Elevando a experiência turística: promover a informação e promoção turística da Tailândia, permitindo que os turistas planejem sua viagem ao país. Outras ações serão implantadas nos próximos três meses, como: melhorar a gestão de filas nos aeroportos, elevar os padrões hoteleiros, extensão da isenção de visto a mais países, melhorar as medidas de segurança e proteção turística e garantir uma boa manutenção e higiene nos banheiros públicos.

2: Cinco atividades imperdíveis (“must-dos”):

Must Beat (Muay Thai) – destaca o antigo boxe tailandês e apresenta o esporte como uma forma de exercício cardiovascular.

Must Eat (gastronomia)–  promove a cozinha tailandesa para o mundo com pratos locais e sobremesas locais.

Must Seek (cultura) – conta a história de uma jornada baseada na fé, superstições culturais e folclore.

Must Buy (tecidos) – parcerias com designers de renome mundial para transformar tecidos tailandeses em itens de moda.

Must See (shows) – apresenta impressionantes performances tradicionais e contemporâneas.

3: Viagens entre destinos importantes e inexplorados: promoção de viagens entre cidades já conhecidas e outras ainda inexploradas buscando equilibrar a distribuição das chegadas de turistas e das receitas do turismo entre áreas urbanas e rurais.

4: Centro da ASEAN: promoção de viagens intrarregionais e a ajuda para melhorar o desenvolvimento e a promoção da ASEAN como um destino turístico único; introdução do ASEAN Pass em parceria com companhias aéreas.

5: Centro de eventos de classe mundial: serão lançados incentivos para atrair grandes festivais, concertos e eventos para a Tailândia, estabelecendo assim o país como um centro de eventos de classe mundial.

O Ministro Sudawan disse: “Essas cinco estratégias são planejadas para levar a Tailândia a um status de centro turístico para atrair mais turistas ao país e por mais tempo, impulsionando ainda mais a Tailândia como o destino”.

De 1 de janeiro a 1 de abril de 2024, a Tailândia registou 9,4 milhões de visitantes, o que representa um aumento de 42% em relação ao mesmo período de 2023.

Foto: Divulgação TAT
Foto: Divulgação TAT
Foto: Divulgação TAT